Movimentos da pesca artesanal divulgam nota sobre portaria ministerial de proteção a espécies ameaçadas

Posicionamento dos movimentos da pesca artesanal em apoio à 445

Rio de Janeiro, 16 de julho – O Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais do Brasil (MPP), a Associação do Nacional dos Pescadores (ANP) e a Comissão Nacional de Fortalecimento das Reservas Extrativistas Costeiras e Marinhas (CONFREM) emitiram seu posicionamento a respeito da portaria 445/2014 do Ministério do Meio Ambiente, que define a Lista de Espécies de Peixes e Invertebrados Aquáticos Ameaçados de Extinção, que foi suspensa em junho de 2015. Ainda no mês passado, mais de 100 entidades e cientistas assinaram um manifesto contra a suspensão da portaria.

Leia aqui a nota de posicionamento dos movimentos da pesca artesanal.

Fonte: Conservação Internacional

Tags
Share

Leave comment

Erica no Facebook

Facebook Pagelike Widget

Erica no Instagram

Erica no Twitter